Marília Gabriela afirma que religião é causa de “hipocrisia brasileira em relação ao sexo”

Marília Gabriela afirma que religião é causa de “hipocrisia brasileira em relação ao sexo”
Às vésperas de lançar um programa de TV no qual irá promover debates sobre o sexo, a jornalista e apresentadora Marília Gabriela afirma que pretende desmistificar o assunto em uma época em que o Brasil passa por um retrocesso moral a respeito do tema, e atribui tal retrocesso à religião.
As afirmações da apresentadora foram feitas durante uma entrevista realizada estúdios do SBT, em São Paulo, para promover o lançamento de “Gabi Quase Proibida”.
- Acho que veio bem a calhar porque ontem foi aprovado esse projeto da ‘cura gay’. As religiões hoje em dia estão promovendo uma caça às bruxas. E o programa pretende discutir de onde vem essa hipocrisia brasileira em relação ao sexo. Eu digo de onde vem: da culpa causada pela religião – afirmou a apresentadora.
Ela revelou ainda que a ideia do programa surgiu em 2004 quando, depois de uma visita ao Museu do Sexo, em Nova York, e ofereceu à Globo a ideia de fazer um programa sobre o tema, mas teve a proposta rejeitada.
- Achei que podia ser um programa de utilidade pública. Mas o Otávio Florisbal [diretor-geral da Globo] consultou o conselho da emissora e acharam que não valia. Quero mostrar que esse assunto também é de interesse das pessoas e que não é preciso se envergonhar – explicou Marília Gabriela.
Os convidados para as primeiras edições do programa serão Ney Matogrosso, o padre Beto, que foi excomungado pela igreja católica por defender os homossexuais, e a cantora Daniela Mercury. Segundo o UOL, o programa terá como formato entrevistas com até duas pessoas, da mesma forma que acontece no “De Frente Com Gabi”.
- Eu vou começar com pessoas famosas para atrair a atenção do público. Mas eu vou também trazer pessoas que não são conhecidas, mas que tenham algo a dizer sobre o assunto. Por exemplo, outro dia eu estava no teatro e encontrei um amigo meu da época da faculdade, lá em Ribeirão Preto, e perguntei para ele como estava a vida. E ele me respondeu que estava sobrevivendo a AIDS havia 28 anos. Perguntei se ele me daria entrevista e ele topou – detalhou a apresentadora.
Por Dan Martins, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça

Por onde anda?