Vídeo: Em culto, bispo Edir Macedo afirma que mulher não pode negar sexo ao marido e vice-versa; Assista na íntegra

Vídeo: Em culto, bispo Edir Macedo afirma que mulher não pode negar sexo ao marido e vice-versa; Assista na íntegra
O bispo Edir Macedo vem falando sobre sexo numa série de publicações em seu blog e ministrações nas reuniões da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).
No último domingo, numa reunião em São Paulo, Macedo respondeu a perguntas relacionadas sobre sexo enviadas a ele por internautas, e ressaltou a necessidade de seguir os preceitos bíblicos para a prática sexual no casamento.
Segundo Macedo, é necessário que haja a presença da razão no relacionamento, para que o casamento não seja baseado apenas em amor: “Não é por conta do amor que muita gente casa mal, gente que nasce mal, e o mundo que vai mal. Não é por causa do amor? Esse tipo de amor não tem nada de justiça. O amor sem justiça é enganador”, disse ele.
O bispo da Universal afirmou ainda que a receita para que o relacionamento seja bem sucedido passa por disciplina e ordem. Sobre questões práticas da vida a dois, Macedo foi questionado se seria pecado transar com o cônjuge mais de uma vez por dia. A resposta foi enfática ao dizer que não, porém com a ressalva de que o contrário, a ausência do sexo, pode se tornar pecado.
“O apóstolo Paulo falam em I Coríntios: ‘Não vos priveis um ao outro, salvo por mútuo consentimento, por algum tempo para vos dedicardes à oração, e novamente vos ajuntardes para que satanás não vos tente por causa da incontinência’. Assim como não é pecado você ter relações quantas vezes quiser, porque um pertence ao outro, porém, é pecado quando a esposa nega o relacionamento com o marido, ou o marido nega para com sua esposa. Essa é uma obrigação entre ambos, de acordo com a palavra de Deus”, frisou o bispo.
De acordo com Edir Macedo, há limites tênues para a relação sexual entre marido e mulher. Em sua fala, o bispo afirmou que o sexo anal e oral são contra a natureza, e portanto, pecado.
“A Bíblia fala que aos casados, o ato sexual só é abominável quando ele é contrário à natureza, coisa como sexo anal, sexo oral. O prazer que se restringe apenas às suas concupiscências. Tanto o anal, quando o sexo oral, é fora do padrão bíblico. Isso não significa, contudo, da liberdade que tem os casais. Uma coisa é o sexo anal que é contrário à natureza. O ânus foi feito pra defecar, pra sair. Isso não tem nada a ver, contudo, com as carícias. Você sabe que o relacionamento conjugal tem um princípio, um meio, e tem um fim. Por falta de orientação, educação, você há de convir que tudo na vida segue uma curva normal, como uma montanha. Tudo na vida é assim: você tem o princípio, você sobe a montanha. Chega num ponto, em que você não dá mais pra usar a mesma energia de antes. Todos são assim: sobem, depois descem. É a curva normal da vida. O ideal são os estímulos, são as carícias, os beijos. E isso não tem nada de pecado. Qual a diferença de beijar a boca, a mão, o dedo do pé? O que faz a diferença é que um vai estimular ao outro”, exemplificou.
Assista à íntegra da fala do bispo Edir Macedo sobre sexo:
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça

Por onde anda?