Aline Barros, André Valadão e Thales fazem balanço do gospel em 2012


A música gospel vive seu momento de ascensão no Brasil e não é por acaso. Em 2012 a música gospel foi reconhecida como manifestação cultural e incluída na Lei Rouanet (benefício de renúncia fiscal à música religiosa) pela presidenta Dilma Roussef. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) o número de evangélicos no Brasil passou de 9% em 1990 para 22,2% em 2010. O gospel também é berço de grandes nomes da música internacional como Elvis PresleyWhitney HoustonJames BrownStevie WonderAretha FranklinMariah Carey, entre outros.
No Brasil, nomes como Aline Barros,André ValadãoDamaresDiante do Trono e Thalles, antes mais conhecidos entre o público evangélico, agora tem espaço em todos os públicos e mídias. “O povo quer uma palavra de esperança e, sem dúvidas, a música gospel, além de entretenimento, tem essa função de trazer uma palavra especial para a vida de todos”, destaca Mauricio Soares, diretor executivo do selo Gospel da Sony Music no Brasil.
Para Aline Barros vencedora do Grammy Latino de 2012 com o CD Aline Barros e Cia 3 – um disco específico para crianças – na categoria Melhor Álbum Cristão em Língua Portuguesa, o espaço conquistado pela música gospel é uma forma de contagiar milhares de pessoas. “Não podemos perder oportunidades, faço disso um instrumento poderoso para falar do amor de Deus”.
Para Ana Paula Porto, diretora executiva da gravadora Graça Music, responsável por nomes como Thalles, Mariana Valadão, Felipão, Ao Cubo, DiscoPraise entre outros, a música gospel cresceu não somente em quantidade, mas principalmente, em qualidade. “Temos vivido o aumento da exibição de nossos artistas em cenários nunca antes imaginados”.
O cantor e pastor André Valadão que há quase nove anos está em carreira solo é um dos pioneiros em apresentações nas festas de peão, exposições agropecuárias, shows de prefeituras e casas de shows pelo Brasil. “A música gospel nunca foi tão reconhecida, desejada e requisitada como neste ano de 2012. Este ano toquei pela segunda vez na Festa do Peão de Barretos, lembrando que fui o primeiro show gospel na história da festa em 53. É algo para se comemorar”, afirma.
Os números também apontam o desempenho da música gospel. Um dos exemplos é o cantor Thalles, ex-back vocal do Jota Quest, ganhador do Troféu Promessas nas categorias Melhor Cantor, Melhor CD e Melhor DVD com o álbum “Uma História escrita pelo dedo de Deus”, vendeu mais de 350 mil CDs/DVDs em 2012.
“O ano de 2012 foi maravilhoso para nossa música. Excelentes trabalhos lançados, fomos premiados, estivemos em programas de televisão em rede nacional – em canais diferentes – e o principal, nossa mensagem central foi pregada: Jesus Cristo”, declara Thalles.
Para Mauricio Soares, os principais destaques da música gospel de 2012 estão os nomes de Thalles, Diante do Trono, Aline Barros, e a música pentecostal com Damares, Shirley Carvalhaes, Rose Nascimento e Elaine de Jesus. No cenário independente se destacaram estilos como o rock moderno da banda Palavrantiga que agora celebra contrato com a Som Livre e nomes como Hélvio Sodré e Lays Lellis.
A força da Internet tem auxiliado a divulgação como o caso de Lays Lellis que tem músicas próprias mas ainda não lançou CD. Ou ainda, o caso do Para Nossa Alegria (PNA), que começou com um vídeo publicado inocentemente na Internet e que virou hit. Depois do sucesso conquistado com milhões de visualizações dos irmãos Jefferson e Suellen foram contratados e repaginados pela gravadora Salluz e lançaram seu primeiro disco solo gospel
Elisandra Amâncio
Especial para a Rádio UOL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DN1 A Banda que está conquistando o Brasil

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam