“Deus é Pop”: Matéria da revista Veja destaca a música gospel como esperança para a indústria fonográfica

“Deus é Pop”: Matéria da revista Veja destaca a música gospel como esperança para a indústria fonográfica
“Deus é Pop” é o título de uma matéria da edição de 25/3/12 da Revista Veja que destaca o crescimento da música evangélica no mercado fonográfico brasileiro.
A matéria escrita pelo jornalista Sérgio Martins traz uma pesquisa em que explica o início da música gospel, com cantores pentecostais, até o atual momento onde os principais cantores do estilo participam de programas na televisão em rede nacional.
Nomes como Aline Barros, Damares, Pregador Luo, Cassiane, Bruna Karla, e outros são citados na reportagem de três páginas.
A revista também aponta alguns números que explicam o fenômeno da música gospel. Segundo a pesquisa realizada pela revista existem cerca de 600 rádios que transmitem programação gospel no país e 128 são as gravadoras do estilo. A pesquisa apontou um índice de crescimento de 8% do segmento e como exemplo usou a venda de 400.000 cópias do CD “Diamante” da cantora Damares, número semelhante ao que vende Roberto Carlos e Victor & Leo.
Outro fato apresentado pela revista é a valorização que os fiéis dão ao trabalho dos cantores da música gospel sendo um público que não costuma comprar CD pirata e fica atentento ao comportamento dos contores.

Fonte: Gospel+
Com informações de Veja

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DN1 A Banda que está conquistando o Brasil

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça