FERNANDA BRUM PARTICIPA DA ENTREGA DO PRÊMIO ANU 2012

A cantora e pastora Fernanda Brum, participou na última terça-feira (28), da entrega do Prêmio Anu 2012, idealizado e organizado pela CUFA - Central Única das Favelas, com direção de Celso Athayde. Pela primeira vez uma cantora evangélica foi convidada para entregar o prêmio. Foram 27 ações premiadas através de uma votação online, uma para cada Estado, e três delas foram eleitas para receberem o prêmio principal, o Anu Preto. O projeto "Cineperiferia", do Piauí, o "Cozinhas Comunitárias", de Santa Catarina, e o jornal e produtora "Voz da Comunidade", do Rio de Janeiro.

Fernanda Brum, Marcos Frota e Flávia Oliveira entregaram troféus do segundo bloco do evento aos vencedores do Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás e Maranhão. A cantora, especificamente, entregou os prêmios às iniciativas do Ceará e Goiás. "Surfando e fomentando a ed
ucação", do Ceará, foi representada por João Carlos Sobrinho, o Fera. Com 40 crianças cadastradas, a oficina existe há de 17 anos visando a cidadania através do surf. O de Goiás, "Oficina EcoDesign - cidadania Planetária", foi representado por Rochelle Patrícia da Silva. O projeto usa o Ecodesign como ferramenta de inclusão social. "Deus abençoe vocês todos os dias e as ONGs que têm manifestado o rosto de Cristo sobre o nosso país", disse Fernanda.

A cantora ficou muito feliz e honrada por ter sido convidada. "O Prêmio ANU tem o objetivo de enaltecer trabalhos feitos dentro de comunidades do Brasil inteiro.  E através do meu encontro c
om o MV Bill na Cidade de Deus, fui conhecendo a CUFA e os trabalhos realizados dentro das comunidades. Quis conhecer os projetos sociais e a igreja que, junto aos pastores, funciona há muito tempo com o intuito de recuperar pessoas. Agradeço àqueles que representam a diretoria da CUFA pelo convite e por me escolher como representante gospel", compartilhou.

A cerimônia teve apresentação de Regina Casé e Marcelo Tas. O ator Lázaro Ramos, foi o homenageado da noite pela sua contribuição para a cultura e pelo seu envolvimento em projetos sociais. Além disso, foi comemorado os 10 anos da CUFA. "O Prêmio ANU é a possibilidade de visibilidade, ou seja levar cultura a um povo que está invisível para muitos. O papel é trazer um Brasil que está mudando e acontecendo dentro das comunidades, nos piores lugares. É um grande encontro! Posso dizer que é o nosso 'Oscar'. Nossa riqueza está na emoção de cada um ao ser reconhecido por projetos que fazem a diferença. Estamos muito felizes!, declarou o presidente da CUFA Brasil, Preto Zezé.




Fonte: Comunicação Grupo MK

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DN1 A Banda que está conquistando o Brasil

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam