Sex Shops cristãos fazem sucesso na internet apimentando relacionamentos evangélicos

Sex Shops cristãos fazem sucesso na internet apimentando relacionamentos evangélicos
A questão em torno do sexo tem se mantido tabu entre cristãos e quando o assunto é tratado, são usados termos que deixam dúvidas. O cristianismo prega que a relação sexual deve acontecer apenas após o casamento, e vertentes dentro da religião defendem que a camisinha não deve ser usada, pois a relação sexual teria sido criada para reprodução apenas.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Porém, alguns cristãos empreendedores resolveram arriscar e lançar sex shops online voltados para os cristãos. Há em suas páginas orientações sobre os produtos e cuidado em usar imagens que não se associem à pornografia, além de ressaltar que seus produtos são voltados para pessoas adultas e casadas.
Um desses sites, o “Intimacy of Eden” (que traduzido do inglês significa Intimidade do Eden), traz em sua página, a descrição de suas atividades: “Somos pró-casamento, somos pró-sexo, e estamos aqui para ajudar os casais a desenvolver o componente sexual da saúde conjugal. Esta loja cristã do sexo existe para ajudar os casais casados a reacender o romance e a paixão de seus casamentos – uma intimidade conjugal como a que Adão e Eva gozaram no Jardim do Éden.”
Esse e outros sites oferecem vibradores, lingeries, lubrificantes e outros acessórios, porém, todos com embalagens sem imagens vulgares. A jornalista Letícia Sorg, do blog Mulher 7×7, afirma que “Alguns não vendem itens que podem ferir regras religiosas, como camisinhas e brinquedos para sexo anal. Mas talvez a maior diferença esteja nos clientes: mais pudicos e com menos informação sobre sexo. Preocupados com o que possa ofendê-los, os sites adotam uma linguagem menos explícita (em vez de “borboleta estimuladora de clitóris”, vendem “estimulador vibratório”, por exemplo) e mandam junto com os produtos instruções para o ‘uso saudável’”.
Segundo ela, alguns líderes religiosos tem indicado os serviços dos sex shops como forma de ajudar na solução dos problemas sexuais dos casamentos de seus liderados. “Uma mulher cristã ouvida pela reportagem do Daily Beast disse que um vibrador reacendeu seu casamento – e deu a ela seu primeiro orgasmo”, conta a jornalista, que relata o caso de uma orientação dada para um casal com problemas de sexo: “um jovem casal escutou o seguinte: ‘Se uma mulher não gosta de sexo, ela deve tomar dois comprimidos de Tylenol e terminar o mais rápido possível’. Ótimo conselho para a felicidade conjugal, não?“, ironiza a jornalista.
Assista abaixo o comercial de uma sex shop gospel que vende produtos para casais cristãos:


Fonte: Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DN1 A Banda que está conquistando o Brasil

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam