Pesquisa mostra que apenas 26% dos cristãos creem que a fé mudou sua vida

Pesquisa mostra que apenas 26% dos cristãos creem que a fé mudou sua vida
O Grupo Barna, um instituto cristão de pesquisas, divulgou o relatório de uma pesquisa que mostra que um terço das pessoas religiosas diz não ter uma “ligação pessoal” com Deus. A pesquisa foi feita com cristãos ativos em suas igrejas.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O instituto de pesquisas afirma que considera o desenvolvimento deste relacionamento com Deus “o resultado mais importante da frequência aos cultos”. Entre os entrevistados, 66% disse que desfrutavam dessa relação pessoal com Deus durante o culto. Apenas 18% dos entrevistados disse que percebe a presença clara de Deus em suas vidas ao menos uma vez por mês, enquanto 44% afirmam sentir essa presença toda semana.
Outro dado levantado pelo estudo foi o impacto causado pela igreja na vida das pessoas. Segundo o Grupo Barna apenas 26% das pessoas assíduas na igreja dizem que sua vida foi mudada pela religião que professam, quase metade dos entrevistados, 46%, disse que ir à igreja não tinha mudado nada.
O fundador da Igreja C3 em Greensboro (Carolina do Norte), Whitman Roland, criticou as instituições religiosas dizendo que se as igrejas querem ver as pessoas se relacionarem melhor com Deus, devem se preocupar menos com o templo e sua programação e mais com o que é ensinado durante o culto.
Já David Kingman, presidente do Grupo Barna, disse que “esta pesquisa tem uma boa notícia e gera muitas preocupações. O lado positivo é que muitos fiéis são beneficiados por estarem envolvido em uma igreja ou paróquia, especialmente na sua relação com Deus e com os outros”. Kingman concordou com a posição de Roland ao completar: “No entanto, os resultados de nossa pesquisa também são um lembrete de que os líderes religiosos não podem minimizar a importância do sermão. Precisam gastar tempo pensando e orando sobre como os membros podem gerar uma identificação mais profunda e mais abrangente com os demais, pois elas não poderiam ser meros observadores dos ministérios”.
Um dado positivo mostrado pelo estudo foi que 68% dos entrevistados sentiam-se ligados a outras pessoas “que estão unidas por suas crenças e que cuidam uns dos outros de maneira prática”, enquanto apenas 23% afirmaram que não sentiram isso”.
Kingman encerrou alertando que “milhões de pessoas entram e saem de nossas igrejas sem ter uma experiência significativa”.
Fonte: Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DN1 A Banda que está conquistando o Brasil

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça