Nova PLC 122 será apresentada e votada muito em breve; Políticos se unem para traçar novas estratégias

Deputados e senadores que integram a Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT se reuniram nesta terça-feira, dia 12, para discutir os últimos acontecimentos envolvendo o PLC 122 e o seu possível substituto.
A longa reunião começou com a fala da senadora Marta Suplicy, que preside a Frente LGBT no Senado (na Câmara é Jean Wyllys). Ela apresentou aos parlamentares presentes (Manuella Dávilla, Jean, Janete Pietá e representantes de outros membros da Frente) todos os detalhes da série de encontros e negociações que teve com os senadores Marcelo Crivella, Demóstenes Torres e Magno Malta.
Em seguida os parlamentares discutiram ponto a ponto aquela que pode ser a nova lei anti-homofobia, elaborada a quatro mãos pela senadora junto ao presidente da ABGLT, Toni Reis; e os senadores Marcelo Crivella e Demóstenes Torres. Após a discussão, alguns parlamentares, entre eles o deputado Jean Wyllys e a deputada Manuela D’Ávila, apresentaram uma lista de sugestões com o objetivo de aperfeiçoar o novo texto.
Os demais membros da Frente Parlamentar também se comprometeram a lançar outras sugestões. Elas serão compiladas em um único documento que será debatido após o recesso parlamentar, na primeira semana de agosto. Depois de aprovado pela Frente Parlamentar, o texto será levado pelos deputados Jean Wyllys e Manuela D’Ávila para a Câmara, onde buscarão apoio de outros parlamentares.
Enquanto isso, a senadora Marta Suplicy levará a proposta para discussão e aval dos primeiros elaboradores: Toni Reis, Marcelo Crivella e Demóstenes Torres. Passando pelo crivo, Marta vai correr atrás de mais senadores para que eles possam subscrever o projeto, que será apensado ao PLC 122.
“Se conseguirmos avançar com esse texto, tenho certeza que poderemos aprovar um projeto contra a homofobia, porque significa que terá acordo. Paciência e determinação levarão à boa negociação. Conseguimos avançar as conversas no Senado. Tenho certeza que Manuela e Jean vão conseguir acordo desse texto embrionário na Câmara”, declarou a senadora Marta Suplicy.
Se tudo ocorrer como o previsto, deputados e senadores da Frente Parlamentar pela Cidadania LGBT pretendem levar a votação a lei anti-homofobia ainda no mês de agosto.
Fonte: Mix Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça

Por onde anda?