Pastor da Igreja Mundial é preso em flagrante ao tentar roubar dízimos e ofertas da Igreja da Graça

Pastor da Igreja Mundial é preso em flagrante ao tentar roubar dízimos e ofertas da Igreja da Graça
Um pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus e ex-pastor da Igreja Internacional da Graça foi preso sob acusação de liderar uma quadrilha que planejava um assalto ao templo da denominação liderada pelo missionário R. R. Soares na capital de Rondônia, Porto Velho.
O suposto pastor Josué Alves, preso pela Polícia Civil junto com o bando, afirmou que as informações para a realização do assalto haviam sido passadas pelo pastor Eduardo, titular da Igreja da Graça.
Porém, o delegado Paulo Kakionis, do 1º DP, afirmou que Eduardo não possuía envolvimento com o roubo, e que Josué tentava incriminá-lo para conseguir algum benefício no inquérito.
Durante a ação da Polícia Civil que resultou na prisão da quadrilha, houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido, e um dos envolvidos conseguiu fugir.
Foram presos Mateus Lima Vieira, 18 anos; Romário Antero da Silva, 19; Leandro Garcia da Silva, 21; Anderson Souza da Silva, 19; Francisco Claudio, 22; Elisvaldo dos Santos, 23; Rogerio Gomes, 22; e Jeferson Andrade, 23.
Segundo informações da mídia local, Josué Alves trabalhava no templo sede da Igreja Mundial em Rondônia, além de liderar uma congregação da denominação e trabalhar no estúdio da IMPDTV, emissora responsável pela transmissão da  programação local da Mundial. Quando foi preso, Josué estava vestido com uma camisa com o logo da emissora da igreja.
Antes, Josué já havia sido acusado de participação no assalto à Igreja da Graça em dezembro de 2012, após um culto de Santa Ceia, quando foram levados R$ 50 mil.
Assista abaixo à reportagem do Rondônia Agora sobre o caso:
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bomba: Vaza vídeo íntimo de cantor gospel se exibindo da webcam

J.Neto grava “Eu sou esse cara”, versão gospel da música de Roberto Carlos. Ouça

Por onde anda?